Influencer de Mentira (Not Okay, no idioma original), é um filme diferente. Não necessariamente bom, mas diferente. É como presenciar um desastre, em que o espectador sabe que o resultado dificilmente será agradável, mas isso não o impede de querer ver para onde a trama vai. Escrito e dirigido por Quinn Shephard, o longa-metragem de sátira aborda a vida da jovem adulta Danni (Zoey Deutch), que trabalha numa agência de comunicação e sonha em se tornar uma escritora.

Divulgação

Pela falta de oportunidades, ela decide fingir que irá participar de um retiro para escritores em Paris para chamar atenção. Quando eventos inesperados começam a se desencadear, Danni inventa que é uma das sobreviventes de um atentado terrorista. A partir daí, ela começa a escrever sobre sua “experiência” e é catapultada à fama tão almejada.

No caminho, ela conhece uma jovem ativista chamada Rowan (Mia Isaac) que passou pela experiência de um tiroteio em massa. As interações com a garota fazem com que a protagonista queira se tornar alguém melhor, mas a tarefa não é fácil. A verdade é que a personagem Danni é construída para ser propositalmente desagradável, e Zoey – a atriz -, desempenha bem esse papel. A escolha do roteiro, porém, faz com que seja difícil se conectar e levar a sério os temas importantes abordados.

Not Okay ganha pontos ao fugir de alguns clichês por escolher não utilizar recursos narrativos como arcos de redenção de personagens com atitudes ruins. Mas, por não conseguir alcançar a pessoa do outro lado da tela, acaba ficando num terreno muito raso da crítica e da sátira que tem a intenção de fazer. Em alguns momentos, lembrei do filme A Mentira, de 2010, que conta com uma trama parecida, mas que é muito melhor executada.

Veja o trailer:

Influencer de Mentira

2

2.0/5
Escrito por

Cainan Silva

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.